Segunda a Sexta-feira das 08 às 12Hs e 13:15 às 18Hs

Notícias

DIRF a peça principal nas ações de fiscalização da pessoa física no Brasil

A Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (DIRF) é apresentada anualmente à Receita Federal do Brasil (RFB), por pessoas físicas e jurídicas, que pagaram ou creditaram rendimentos que tenham sofrido retenção do Imposto de Renda, ainda que em um único mês do ano-calendário.

Neste ano, o prazo de entrega desta obrigação encerra-se em 28/02/2019.

Através desta obrigação a Receita Federal obtém o elo principal para as fiscalizações direcionadas ao imposto de renda, na pessoa física.

Em termos práticos:

Até 28/02/2019 Até 30/04/2019 A partir de 02/05/2019
A RFB recebe a informação da fonte pagadora (pessoa física e jurídica) através da DIRF A RFB recebe a informação através da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) A RFB já processou as informações recebidas e inicia o procedimento de malha fina nas DIRPF com divergência.

Em termos de declarações até o dia 28/02/2019 serão enviadas para a RFB a Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias (DIMOB) e a Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (DMED), que também fornecerão informações que integrarão a malha fina da pessoa física, caso existam informações om divergência.

Neste sentido a precisão e qualidade com que as informações serão apresentadas à RFB definirão o cenário que a pessoa física terá durante o ano calendário.

Este entre outros motivos demonstra a necessidade da geração da informação com qualidade e responsabilidade pela empresa e acima de tudo pelo contador.

Elaborado por Sílvia Silva – Consultora Tributária – Falavinha Soluções Empresariais